terça-feira, 3 de julho de 2012

Défice orçamental: Valores Trimestrais vs. Valores Anuais

Num post de dia 29 de Junho afirmei que Passos Coelho e toda a imprensa estariam a enrolar a opinião pública acerca do valor do défice orçamental divulgado pelo INE nesse dia. De facto o destaque do INE mostra o valor do défice orçamental para o 1º Trimestre de 2012 em 4,3% e toda a imprensa refere o valor de 7,9%. Este post destina-se a mostrar que os dois valores estão certos, resultando de conceitos diferentes.

O 4,3% indicado no destaque do INE, cuja imagem reproduzi no referido post, resulta do cálculo da percentagem do défice orçamental do ano terminado no 1º Trimestre de 2012, relativamente ao PIB desse mesmo ano.

O 7,9% resulta apenas dos valores do défice do 1º Trimestre de 2012 relativamente ao PIB. O INE não apresenta este resultado, mas os economistas podem calculá-lo a partir do anexo do INE. O valor do PIB encontra-se na Sheet S1 e valor da Capacidade/necessidade líquida de financiamento na Sheet S13. A imagem abaixo mostra os valores trimestrais e anuais do défice em percentagem do PIB.



Até serem conhecidos estes valores percebe-se porque o presidente do Deutche Bank tinha afirmado que Portugal estava no bom caminho, uma vez que o défice orçamental mostra uma evolução favorável, quer na perspectiva trimestral ou anual. Igualmente os dois indicadores permitem assinalar o fim de um ciclo em que austeridade rendeu, mas provavelmente encontrou os seus limites.

Fica aqui expressa a minha gratidão a todos os colegas da lista de mail que me ajudaram a resolver este imbróglio.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...