quinta-feira, 24 de março de 2011

Finalmente Sócrates despediu-se!



Culpou toda a gente pela sua saída. Vai-se vitimizar para tentar regressar com legitimidade redobrada. Não sei se conseguirá. Ou ele ou Passos Coelho sairão de cena após as próximas eleições.

O FMI é dramatizado para passar as culpas ao adversário, porque é muito difícil que sob a batuta do FMI se siga uma política pior que os PEC's trimestrais apresentados em Bruxelas e Frankfurt. E ninguém acredita no aval europeu das políticas sem a aprovação do FMI. Basta de hipocrisia porque o FMI já dita as regras para a nossa economia ao tempo...  numa crise em  que os principais bancos têm lucros anormalmente confortáveis.

Recordam-se as melhores de Sócrates, e deixa-se link para o seu dossiê.




Uma ajudinha de Angela Merkel:

  • "Portugal apresentou um programa muito corajoso para os anos 2011, 2012, 2013. Era apropriado. Lamento profundamente que não tenha sido aprovado pelo parlamento [português]". (vídeo)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...