domingo, 9 de novembro de 2008

8 de Novembro/08 – Uma manifestação de 120.000 professores


Os sindicatos estavam aprisionados a um memorando de entendimento com o ME, que os forçava a irem-se mantendo calados enquanto decorresse a implementação do modelo de avaliação do desempenho, reservando-se a sua intervenção para a avaliação do próprio modelo, e eventual redefinição do seu desenho, para o aperfeiçoarem ;)

A Ministra da Educação recordou que umas das fontes de legitimação do modelo de avaliação resulta precisamente do referido acordo com os sindicatos.



A Ministra da Educação continua a dizer que a implementação do modelo de avaliação do desempenho decorre com normalidade nas escolas porque as lentes que usa não lhe permitem ver as realidades. Não lhe permitem ver a enorme sobrecarga de trabalho, o sofrimento, a desautorização, o esgotamento, a adulteração da missão do professor, os prejuízos para o ensino e as aprendizagens. Prefere acreditar no que relatam as “equipas de apoio às escolas” (bela ironia…), e nas brigadas de emergência, ou mesmo no que dizem ao telefone os conselhos executivos. (Terrear)

Porém os blogues - designadamente Ramiro Marques, Matias Alves, Paulo Guinote e Ilídio Trindade - não estavam aprisionados a qualquer acordo e puderam dar expressão ao descontentamento dos docentes, que teve o seu ponto mais alto com a marcação de uma manifestação pelos movimentos dos blogues (MUP e APEDE) para 15 de Novembro.

Para evitarem ser ultrapassados na sua especialidade – representação dos professores – os sindicatos não tiveram outro remédio senão denunciar o memorando de entendimento com o ME e convocar uma manifestação que esvaziasse de conteúdo a de 15 de Novembro. Assim nasceu a manifestação de dia 8 de Novembro, que os sindicatos organizaram cavalgando a onda dos blogues, para não ficarem desautorizados por estes. Os sindicatos convocaram a manifestação de dia 8 alegando que dia 15 já seria tarde! Apesar de ter nascido torta, terá juntado 120.000 professores, batendo a Marcha da Indignação. Será que no próximo sábado este número voltará a ser batido? A arrogância e ignorância que permitem à Ministra da Educação afirmar que não há mais nenhum modelo de avaliação do desempenho, merecem uma resposta à altura: ultrapassar no próximo dia 15 a manifestação de ontem.



Promotores da Manifestação de professores originalmente marcada e que continua a ser promovida para 15 de Novembro

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...