terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Milagre do ensino português nas estatísticas de PISA 2009

Encontra-se online o documento PISA 2009 at a Glance que utilizei para copiar as imagens abaixo, que ilustram a evolução do desempenho dos diversos países nas três competências medidas: leitura, matemática e ciências.


Em competências de leitura, de 2000 a 2009, Portugal só não evoluiu tanto como o Peru, Chile, Albânia, Indonésia, Letónia, Israel e Polónia.


Em competências matemáticas, de 2003 a 2009, Portugal só não evoluiu tão rapidamente quanto o México, Brasil, Turquia e Grécia.


Em competências científicas, de 2006 a 2009, Portugal só não evoluiu tão rapidamente quanto o Qatar e a Turquia.

Nenhum outro país conseguiu uma evolução tão favorável nas três competências objecto de estudo, pelo que Portugal deveria ser indicado como case study ;) se não fosse a desconfiança relativamente à representatividade da amostra das escolas de 2009, onde quase triplicou a importância das escolas privadas. Tenho que “elogiar” os políticos portugueses, pela sua competência para manipular as estatísticas internacionais, ao ponto de produzirem imagens como esta:


Refiro ainda que como a OCDE tem uma perspectiva economicista da educação, apenas contabiliza os produtos das aprendizagens dos jovens com 15 anos anos, inferindo tudo a partir desse potencial em competências básicas.




Adenda:

Nuno Crato: Os estudos internacionais mostram-nos que os sistemas educativos demoram muito tempo a evoluir. (...) Quando as coisas são feitas de forma fiável, de modo que se possam comparar de ano para ano, nós verificamos que os sistemas educativos são de facto muito inertes, demoram muito a mudar."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...