sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Os professores que paguem a crise!

A alínea t do número 9 do artigo 17 da proposta de lei do Orçamento do Estado para 2011 tinha consagrado que se aplicava o corte salarial aos "trabalhadores das empresas públicas de capital exclusiva ou maioritariamente público, das entidades públicas empresariais e das entidades que integram o sector empresarial regional ou municipal". Os deputados acrescentaram: "com as adaptações autorizadas e justificadas pela sua natureza empresarial" e começou o baile das excepções à norma orçamental que consagra os cortes salariais nas empresas públicas, tal como na função pública.


Médicos escapam à proibição de acumulação de salários com pensões
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=452229

Autarquias recorrem a excepção para empregar mais 10 mil funcionários
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=443131

Governo abre excepção para militares e polícias nas promoções
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=449209

Hospitais e transportes podem pedir excepção no corte salarial
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=455653

PS aprova excepção aos cortes salariais à medida da Caixa e BdP
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=455377

Chefias da Segurança Social foram promovidas com retroactivos a Janeiro
http://sic.sapo.pt/online/noticias/dinheiro/Chefias+da+Seguranca+Social+foram+promovidas+com+retroactivos+a+Janeiro.htm

Antes, quando os indivíduos que se reformavam recebiam a pensão mas não voltavam a exercer. Agora temos uma série de pensionistas activos, onde o caso dos médicos até será dos menos graves, mas o conflito entre a pensão e salário, não sendo novo, ressurgiu em tempos de crise.

Querem mais Alandroais? - O Alandroal tem 6187 habitantes, um funcionário municipal por cada 28 habitantes e 4525 euros de dívida acumulada por habitante, nos últimos dez anos. O Alandroal é Portugal. (MST) - Quando põem fim aos cancros das autarquias?

Se os militares e os polícias podem ser promovidos, como é que o Governo pode argumentar que os outros funcionários têm que se aguentar com as carreiras carreiras congeladas?

O sector financeiro até está a dar lucro! E nem tem nada a ver com esta crise!!!
De facto considero muito duvidoso que os quadros da Caixa fossem mudar para um melhor emprego no presente cenário. E os do BdP fazem falta para quê? Para fiscalizar o sistema bancário já sabemos que não é, política cambial não temos, para fiscalizar o défice é preciso criar uma agência! Se o edifício do BdP implodisse, poupar-se-ia em energia e em serviços de limpeza nos meses posteriores.

O mais engraçado é recordar que a austeridade, quando foi anunciada era para todos. Cheguei a levar a sério o ministro da Justiça, Alberto Martins, que disse que:


Depois de numerosas manifestações de juízes, soou a voz de um órgão da União:

Conselho da Europa contra redução de salários dos juízes

Aaaahhhhh Aaaahhhhh Aaaaahhhhhh

Ganharam os juízes, exactamente a categoria da função pública que é melhor remunerada e que pior imagem tem. Todos sabemos que a justiça existe para atemorizar os pé descalço e deixar prescrever os casos dos senhores de bem, como o actual PM...


TAP, CTT, Refer são outras empresas que já anunciaram aumentar o pessoal.

Portanto está visto: OS PROFESSORES QUE PAGUEM A CRISE!

É esta a solidariedade  necessária no combate à crise!



PS
Este post irá sendo complementado com excepções adicionais. Abaixo dos 1.500 €, pensionistas e desempregados também já sei que irão pagar a crise, na sua medida, porque quem se trama sempre é o mexilhão!!!!!!!

Mas se existe um pacote estruturado para tramar alguma categoria profissional... esses eleitos são os professores!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...