sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Finlândia - Chile


  • Se o ministério aceitar uma recomendação do Conselho Nacional de Educação (CNE), os alunos deixarão de reprovar na escola até que completem os 12 anos. A proposta, revelada hoje no “Diário Económico” baseia-se nas recomendações da OCDE e nos resultados obtidos com uma política idêntica na Finlândia, onde ninguém reprova durante a escolaridade obrigatória. A Finlândia tem o melhor desempenho escolar do mundo.
    PÚBLICO, 29.10.2008


Observe-se que os alunos já não reprovam no ensino secundário a partir dos 18 anos, momento a partir do qual se podem inscrever nos cursos de Educação e Formação de Adultos, onde não há classificações numéricas nem testes.

O ME lembra-se da Finlândia quando pensa na avaliação nos alunos, independentemente do contexto sócio-económico distinto do português.

O mesmo ME toma o Chile como paradigma quando pensa na avaliação dos professores. Elucidativo!


Avaliação dos professores: O exemplo da Finlândia

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...