sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Geração de 1960

A data de nascimento é um  elemento fundamental da nossa identificação  no Mundo. As experiências vividas têm um impacto bastante mais significativo que as lidas, e a constituição de uma  categoria como  Geração de 1960  permite descobrir alguns  traços comuns aos protagonistas. 

  • Atingiram o auge das capacidades. Estão mais concentrados na vida familiar e profissional. Saem menos à noite e fazem poucas noitadas. Têm cuidado com o que comem, preocupam-se com a saúde, não querem engordar. A sexualidade é para ir praticando, não para consumir e deitar fora. Pensam muito no futuro dos filhos e no estado do país. Instalaram-se na vida mesmo que sejam inconformados. Vivem bem com a emancipação das mulheres, mas isso, para eles, ainda é um tema. Já sabem que a vida é finita, foram rasteirados algumas vezes, ganharam serenidade e têm medo da velhice. O mundo está em crise, mas eles não cedem.  (PÚBLICO, 09.08.2010)
Infelizmente nem fiquei surpreendido por nenhum dos depoimentos se referir em algum momento a alguma experiência significativa com computadores. Para esta Geração jogar no ZX SPECTRUM foi uma experiência que ficou limitada aos engenheiros ;)  Este computador ligava-se a uma televisão, o que não faz sentido para a malta de hoje, que joga enquanto vê televisão, mas constituiu uma revolução designadamente ao nível da qualidade da imagem dos "monitores". Aqueles que  aos 20 anos tiveram esta experiência,  nunca mais terão tido receio que um computador lhe mordesse.

Explicar o percurso dos últimos 50 anos sem referência ao mundo digital, quando já nenhuma profissão se desenvolve sem recurso mais ou menos intensivo aos computadores, significará que estes são um elemento estranho para si. Isto é, já se sentem "imigrantes" no Mundo dos mais jovens.

    Nenhum comentário:

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...