sábado, 14 de junho de 2008

"Até seria vantajoso para o Executivo ir a votos numa consulta sobre a União Europeia"

Quem disse isto? CONFERIR


Os irlandeses tiveram coragem para referendar o Tratado de Lisboa, em vez de presumir arrogantemente o seu resultado. Sócrates certamente preferiria mudar a Constituição, e neste momento deve estar a ensinar esse truque aos seus colegas da Uelândia.

Entretanto fica registada neste post mais uma cambalhota.

Um dia depois de ter afirmado no Parlamento que a vitória do “sim” era “fundamental” para a sua carreira política, o primeiro-ministro português admitiu que o chumbo do tratado que elegeu como prioridade da sua presidência representa “uma derrota pessoal”. “É uma derrota para mim e para todos aqueles que se empenharam no Tratado de Lisboa e no projecto europeu. Todos [os líderes europeus] estarão tão desapontados quanto eu estou neste momento", acrescentou.

Fundamental para Sócrates é mesmo ir continuando como primeiro-ministro, porque pelos projectos conhecidos, há muitos "engenheiros" como ele por aí.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...