domingo, 25 de agosto de 2013

«O ideal até era que os salários descessem»

Finalmente, um corte na despesa de 225 mil euros livres de impostos.

Com a sua morte, adquiriu hoje prodigiosos elogios em todos os jornais/sites, mas se lerem os comentários verão que ninguém desculpa o fanatismo liberal de António Borges, um dos responsáveis e dos beneficiários pela crise financeira e pela situação em que Portugal se encontra.

Para António Borges os hedge funds dispensavam a sua regulamentação, alegando que eram transaccionados apenas por profissionais, detentores de conhecimento. Para a generalidade da malta, ignorante, a única solução, será submeter-se a salários cada vez mais baixos, concorrendo com os chineses.



Os adjectivos utilizados pelos jornalistas e pelos comentadores, diferem tanto que nem parecem referir-se à mesma pessoa! Os primeiros são politicamente correctos. Para os segundos poderia ter falecido em 2009.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...