quarta-feira, 12 de setembro de 2012

O Método Ser Bom Aluno, ‘Bora Lá?‎

Estão a aproximar-se as apresentações, e para não repetir sempre o mesmo, este ano irei experimentar estas dicas do Jorge:

  • Para quê ser Bom Aluno?

    Se conseguires ser um Bom Aluno — e continuares a sê-lo ao longo dos anos — o que é que acontecerá? Bem, arriscas-te a ter um dia um melhor emprego, a ganhar mais dinheiro, a seres reconhecido pelos outros, a virem pedir-te conselhos, no fundo ganhas o respeito dos outros. No entanto, isto tudo, dirás, ainda vem longe, mas e agora?

    No imediato começam-te a levar mais a sério, não é? De facto, faz parte do teu processo de crescimento tomares decisões cada vez com menos orientação do exterior (o mesmo é dizer dos teus pais) e responsabilizares-te por elas. Ora se conseguires ser Bom Aluno tudo isto torna-se mais fácil, os teus pais aborrecem-te menos a “molécula” e como tal terás mais liberdade de acção. Queres ir a uma festa com os amigos, o argumento de “não, porque tens de estudar” deixa de fazer sentido.

    Pondo as coisas ainda de forma mais simples: tens dois modelos que podes escolher. O primeiro é o Modelo Ya Fixe que é um modelo convergente na medida que vai ao encontro dos teus objectivos:

    Estudas mais »»» melhoras os resultados »»» A família aborrece-te menos »»» Tens mais liberdade »»» divertes-te mais

    O segundo é o Modelo Tass Mal que é divergente pois afasta-te cada vez mais do lazer:

    Estudas pouco »»» maus resultados »»» a família aborrece-te »»» começam a “controlar-te” mais »»» obrigam-te a estudar e cortam-te as saídas »»» divertes-te menos

    Não é necessário perguntar-te qual é o teu preferido, pois não?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...