quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Exija escrita em linguagem clara!

Sandra Fisher-Martins mostrou no TEDxPorto que um documento mal escrito e não compreendido pode tramar uma vida. Citou Einstein mostrando que escrever em linguagem clara não é acessível a todos: "Se não consegues escrever sobre um assunto de uma forma simples, é porque na verdade não o entendes".






Ilustração do apartheid de informação Portugal/Suécia

(03:11)

 Em Portugal

50% não percebem a bula de um medicamento, por exemplo, para dar a dose correcta ao filho

30% vão-se safando nas tarefas rotineiras, mas se tiverem de ler o manual de uma máquina para conseguirem operar com ela, já não conseguem

15% conseguem lidar com documentos desde que não sejam realmente complexos

5% conseguem entender documentos realmente complexos



Na Suécia

75% conseguem entender documentos complexos

20% vão-se safando nas tarefas rotineiras

5% não entendem a bula



IMPORTANTE: Técnicas para escrever em linguagem clara: (14:00)

Ideia geral: Escrever coisas simples, como se fosse para a avó, que não conhece palavrões complicados nem tem tempo para isso.

Regra 1. - Começar pelo mais importante, porque a avó tem mais que fazer;

Regra 2. - Usar frases curtas, porque a avó perde-se se os parágrafos forem extensos;

Regra 3. - Usar palavras simples, como aquelas que a avó conhece.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...