terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Solidariedade Natalícia!?


Deixei os médios acesos durante excessivos minutos num fim de tarde frio e chuvoso. Quando quis ligar o carro, verifiquei que a bateria não tinha carga. Tinha ficado empanado logo naquela noite de domingo (20/DEZ/2009), com tempo invernoso.

Antes de chamar o reboque olhei à minha volta e pensei que até estava com sorte. Apesar de o terreno ser plano – senão bastaria deixar o carro descair e aproveitar o balanço – estava estacionado em frente a um café. Fui tomar uma bica e conhecer a malta que lá estava na esperança que alguém se voluntariasse para empurrar o carro. Falei-lhes da técnica de ligar duas baterias através de um cabo, armando-me em mecânico, quando um deles abreviou a conversa e estabeleceu linearmente as regras do jogo:

- Cabos não temos! Se quiser que eu empurre o carro, empurro, mas são 20 euros que eu estou desempregado e estou a precisar!

Aceitei. Afinal até ficou mais barato que o reboque e fiquei imediatamente com o problema resolvido.

Fala-se muito em solidariedade no Natal, e talvez por isso me tenha custado mais que alguém se tivesse aproveitado de um momento de fragilidade minha para me sacar 20 euros. Tenho pena do desempregado que precisou do meu azar para ter mais aquela nota. Gostaria de viver num país onde todos pudessem ser solidários com os outros.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...