sábado, 1 de agosto de 2009

HomeBanking - CaixaOnline


Utilizamos os serviços de HomeBanking por comodidade, e os bancos ganham com isso porque têm menores custos em pessoal. É mais cómodo porque podemos realizar as operações em pantufas, sem necessidade de ir para as filas dos balcões. Para aderirmos a qualquer serviço de HomeBanking temos que nos deslocar fisicamente a um balcão, mas essa demonstração de que somos "pessoas reais" nunca causou qualquer polémica.

Se já somos clientes, qual será a justificação para nos fazerem voltar ao balcão?



Se querem que se assine mais um contrato, poderiam enviar pelo correio, como fazem com outra papelada. Ainda por cima, a clausula 17ª indica que nos irão entregar na altura mais documentos que não teremos tempo para ler, mas a assinatura das Condições Gerais do Contrato de Intermediação Financeira significa que lemos e aceitámos tudo.

  • Cláusula 17ª – Informação prévia prestada ao Cliente
    O Cliente declara que, previamente à celebração do presente contrato, lhe foram entregues pela Caixa os documentos seguidamente identificados, com a indicação de que deveria proceder à sua leitura cuidadosa antes da celebração do contrato:
    a) Política de transmissão de ordens adoptada pela Caixa.
    b) Custos e encargos para o Cliente.
    c) Política de conflitos de interesses adoptada pela Caixa.
    d) Política da Caixa para a salvaguarda de instrumentos financeiros dos Clientes.
    e) Informação sobre o intermediário financeiro, serviços prestados e riscos de produtos.


Se somos clientes de HomeBanking deveríamos ter oportunidade de ler estes documentos no site do banco... tranquilamente.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...