sexta-feira, 3 de julho de 2009

Fiquei muito ofendido com afirmações que foram feitas


  • "Excedi-me, pedi desculpa", afirmou Manuel Pinho, quando questionado pelos jornalistas sobre o que tinha acontecido minutos antes no plenário da Assembleia da República.

    O ministro explicou que o caso das minas de Aljustrel foi "muito difícil" e que se sentiu "ofendido" com as afirmações de ouviu.

    "Foi um caso muito difícil, foi um caso em que me envolvi muito, fiquei muito ofendido com afirmações que foram feitas", afirmou, salientando que o Governo "quer muito" resolver o caso das minas de Aljustrel.

    "Nós queremos muito resolver o caso das minas de Aljustrel, em Dezembro a situação era desesperada, foi resolvida. Felizmente, agora está lá o dobro do número de trabalhadores", enfatizou.
    SIC


É triste ver um ministro demitir-se por falta de comportamento. Supostamente são pagos para discutir política, mas o gesto evidencia falhas ao nível dos recursos verbais, e é sintomático do vazio político a que se chegou.



  • Eles não têm nada que fazer. Pelos vistos o Bernardino Soares insultou-o sobre a mulher ou sobre os mineiros de Aljustrel.

    Faz parte da cultura latina.

    É um gesto ordinário.

    Não têm stress nenhum. Têm um tédio enorme. São uns mongos que para ali estão eleitos através de uma lei eleitoral inadequada e não têm nada para fazer, de maneira que se insultam uns aos outros. Se se estivesse a debater o estado da Nação garanto-lhe que isto não acontecia.

    Há coisas muitíssimo mais graves, incluindo o primeiro-ministro.

    Maria Filomena Mónica



  • Por se encontrar num Parlamento, onde um deputado pode mandar outro "pró c...", Pinho deve ter pensado que um par de chifres não fazia importância nenhuma.

    Fernando Madrinha / EXPRESSO






@sirluso
Manuel Pinho ao pé do Tio Alberto João é um modelo de educação. Posso então concluir que o PS é mais educado que o PSD?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...