domingo, 7 de junho de 2009

Eleições num país do Terceiro Mundo


O resultado final poderá ter mais nuances laranja ou rosa, mas será sempre a festa destas cores. As mesmas que têm desgovernado o país desde 1976. As mesmas que saíram ilesas do escândalo Lisboagate. 3.200 casas foram arbitrariamente atribuídas pela CML durante mais de 30 anos e o processo foi arquivado sem que nenhum dos presidentes de câmara que por lá passaram vissem a sua vidinha perturbada. (EXPRESSO)

As pessoas não estúpidas. Elas vêem as sacanices dos politicus, e ficam revoltadas por dentro quando os ouvem orgulhar-se destes feitos.

Imaginando que o país se afundava, todos sabemos que ninguém daria pela falta de Portugal na Europa. Certamente respirariam de alívio por se terem libertado do parceiro mais pobre, com o rendimento pior distribuído e com menor transparência (mais corrupção).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...