terça-feira, 18 de novembro de 2008

Milu reprovada pelo seu Conselho Consultivo


  • A maioria dos professores presentes ontem na reunião do Conselho de Escolas com a ministra da Educação aprovou um documento pedindo à tutela que suspenda o processo de avaliação de desempenho, soube o PÚBLICO junto de várias fontes.
    O documento será entregue hoje a Maria de Lurdes Rodrigues, e, apesar de a decisão não ter sido de todo unânime (30 votos a favor e 23 contra), promete agudizar o braço-de-ferro entre o Governo e os docentes.
    O Conselho das Escolas é um órgão consultivo do Ministério da Educação (ME), criado pela actual equipa e onde têm assento dezenas de presidentes de conselhos executivos.
    PÚBLICO, 18.11.2008


Se não consegue explicar-se e ter o apoio de um órgão criado por si, em que Mundo vive esta Ministra?

Que pena ;) No preciso momento em a célebre Aplicação Informática para acompanhar
a Avaliação de Desempenho do Pessoal Docente
ficou online. Para os PCE's esta aplicação representa, sem dúvida, uma intromissão no seu trabalho.

A ministra ainda não entendeu que os PCE's precisam de ter poder nas Escolas, para gerir o seu quotidiano. Exige-se a descentralização, para que cada qual possa decidir em função do seu contexto, inclusivamente sobre a avaliação dos professores.

As aplicações informáticas ajustam-se perfeitamente às repartições de finanças, onde nenhum funcionário tem que tomar decisões sobre os impostos que devemos pagar, sendo simples extensões territoriais do Ministério das Finanças. Neste caso fazem sentido porque estamos perante um exemplo típico de desconcentração.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...