segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Um sistema político podre


Já passou uma semana desde que rebentou o Lisboagate (caso da distribuição arbitrária de casas em Lisboa pela CML) e nenhum dos líderes políticos se referiu ao assunto. PSD e CDS não podem tocar no assunto porque comem da mesma gamela que o PS. E o Partido Comunista? E o Bloco de Esquerda? Porque será que não aproveitam a oportunidade para darem um ar da sua graça? Todos têm receio que seja divulgada a lista dos beneficiários, ninguém luta pela transparência.

Ana Sara Brito,
sem vergonha, não vê qualquer incompatibilidade entre o exercício de funções públicas e o usufruto de uma casa por 146 euros mensais quando declara em sede de IRS 46.000 euros anuais. E ainda tem lata para falar em valores éticos...

Os partidos desapareceram, e onde estão as instituições democráticas?

Onde está o Presidente da República?

Onde está o Procurador?

O Governo continua fazer propaganda como se nada se passasse.

Este arbítrio não é crime para chegar aos Tribunais?



Chego a ter vergonha de viver neste país.



Para evitar que o caso seja esquecido, o blogue passará a exibir o Contador Lisboagate.



Há quem devesse ter vergonha dos sem-abrigo, mas tem abrigos sem vergonha.
Jornal de Negócios, 29 de Setembro de 2008

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...