domingo, 4 de novembro de 2007

Justiça e legitimidade para a acção


Sentir-se vítima de injustiça, pode dotar o indivíduo de uma dose suplementar de coragem, descobrindo-se capaz de executar operações com as quais jamais teria sonhado. O sentimento de sermos injustiçados, associado à ineficiência do sistema de justiça instituído, pode legitimar-nos a tomar a iniciativa nas nossas mãos. Paradoxalmente, o Estado de Direito combina-se com a barbárie, numa situação em que os “bons” são apenas aqueles que pensam como nós, contra os “maus”, aqueles que julgam de um modo diferente... Fica aqui registada uma excelente interpretação de Jodie Foster, em A Estranha em Mim.
Seu namorado foi morto gratuitamente, mas ditou a sorte que Erica resistisse. Este episódio revela-lhe uma personalidade justiceira que até então desconhecia. As suas acções passam a ficar legitimadas pela agressão de que foi vítima. Brilhante!

PS
Inventando a história das armas de destruição maciça no Iraque, para justificar a sua invasão na caça a Bin Laden, quantos Bins Ladens terão os Estados Unidos criado?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...